Dividir para conquistar.

Dividir para conquistar.

O uso da segmentação de mercado em planos de comunicação.

Você possui uma empresa que vende tecidos para lojas em atacado e está reestruturando seu plano de comunicação. Montou toda a estratégia de marketing, criou conteúdo de qualidade, relevante e determinou os prazos para publicação. Agora é só monitorar os resultados e ver os leads captados baterem na porta de seu negócio, certo? Seria o caso, se a Dona Jurema, de 63 anos, não insistisse em ficar mandando mensagem para sua página, perguntando quanto custa para consertar a barra desfiada da saia dela?

Cenários como o descrito acima são o pesadelo de qualquer estratégia de marketing que não leve em consideração um fator determinante no planejamento: a segmentação de mercado. Isso porque um bom plano de comunicação precisa concentrar seus esforços e investimentos no público-alvo ideal de sua marca. De nada adianta conteúdo de qualidade chegando aos ouvidos e olhos errados. É fundamental otimizar sua propaganda para que esta atinja quem compra seu produto.

Felizmente, o segmento de marketing online disponibiliza uma gama de opções que facilitam a tarefa de descobrir seu público-alvo e, em seguida, direcionar sua comunicação a este consumidor. Junto aos desafios, as novas tecnologias também geraram acesso a novas ferramentas. Analisar os dados de seus clientes é uma possibilidade muito mais acessível para o anunciante graças a ferramentas como o Google Analytics, o que permite um direcionamento mais focado e objetivo de sua comunicação, de acordo com as informações referentes a cada setor do público.

Exemplos de segmentações que podem fazer muita diferença na campanha de sua empresa são a definição de atributos sociais, como gênero, idade, lugares frequentados para lazer; este tipo de informação ajuda a definir a persona de seu cliente e alinhar o conteúdo de cada postagem a ser veiculada na página da empresa.

Uma boa tática é não ter pressa nesta etapa. Divida aos poucos as categorias para ir analisando os resultados e controlar as reações para, enfim, determinar quais são os elementos que realmente definem seu público-alvo ideal.

Estabelecidas as segmentações mais interessantes para a comunicação, é hora de aplicar estas informações a seu favor dentro de ferramentas como o Facebook Ads, cujo grande diferencial é estar inserido dentro de uma rede social que conta com mais de 1 bilhão de usuários no mundo inteiro, ou o Google Adwords, líder do mercado e que oferece possibilidades como o remarketing, onde o cliente é atingido novamente por anúncios de seu produto, caso não tenha tido a oportunidade de concluir a visita ao seu site.

Os benefícios da segmentação trazem maior assertividade para seu plano de comunicação, fazendo com que seu conteúdo seja mais focado em pessoas com real interesse pela sua marca e com maior interesse de fazer negócios, refletindo em maior taxas de conversão e vendas para sua empresa.

Exclusiva Brasil
por Exclusiva Brasil dia 14 de julho de 2017
Administrador da Exclusiva Brasil

Deixe seu comentário

Atenção: Os comentários abaixo são de inteira responsabilidade de seu respectivos autores e não representam, necessariamente, a opnião da Exclusiva Brasil.